Como funciona a contabilidade nas micros, pequenas e médias empresas?

A contabilidade é uma atividade muito importante para micro, pequenas e médias empresas para organização de responsabilidades fiscais, fluxos de capitais e outros fatores cruciais para a competência gestora da empresa.

Organizar as contas e os fluxos de capitais é importante tanto no pequeno quanto no grande negócio. Lembramos que os negócios que faturam menos apresentam maior fragilidade nos primeiros anos de vida para viabilizar a consolidação de seus produtos e serviços no mercado.

Dessa forma, organizar e acompanhar a evolução do negócio é importante, principalmente, com a adição de uma contabilidade eficiente e competente para orientar empreendedores e investidores.

Considerando os principais fatores iniciais devemos ressaltar a importância de desenvolver um planejamento tributário, realizar avaliações financeiras e proporcionar interfaces de acesso contábil para o setor de contabilidade e demais setores responsáveis na empresa.

Neste artigo, falaremos mais sobre a evolução e importância da contabilidade nesses três níveis de empreendimento empreendedor.

 

A contabilidade na micro, pequenas e médias empresas

 

Quando nos referimos às microempresas e empresas de pequeno porte, referidas como MEs e EPPs, estamos falando de empresas de menor porte que são menos exigidas no processo de pagamento de tributos e taxas.

Também podem desenvolver atividades e obedecer às regras tributárias mais acessíveis em comparação com as empresas de médio e grande porte.

No Brasil, nos últimos anos, tivemos um processo governamental e fiscal que permitiu a desburocratização da tributação do MEs e EPPs tendo como alternativa o acesso ao Simples Nacional que resume a cobrança de impostos e taxas de forma resumida.

 

Conceito jurídico

 

No contexto jurídico, a “Microempresa e Empresa de Pequeno Porte” se refere a uma sociedade simples, individual, de responsabilidade limitada ou diretamente responsabiliza o empresário diretamente que tenha faturamento de até 4,8 milhões de reais ao ano, conforme o artigo 966 do Código Civil.

Sendo assim, na prática fiscal, todas as receitas, custos e despesas de todo o período calculado sobre o fluxo de caixa e resultados financeiros da empresa devem ser escriturados e recolhidos no sistema do Simples Nacional.

Lembramos que todos os lançamentos contábeis na micro, pequena e média empresa devem ser realizados diariamente no livro de registros da empresa e nos registros da contabilidade online.

 

Estruturando as pequenas empresas

 

Lembramos que novos negócios devem ser planejados e estruturados para alcançar mercados e viabilizar a evolução financeira e gestora da empresa.

Geralmente, os novos empreendimentos iniciam a partir de uma ideia, projeto, oportunidade e previsão de mercado que garanta uma taxa de retorno previsível. Muitas vezes, uma empresa pode começar a partir de um empolgado sonho, mas quando não encontra oportunidades de mercado e de crescimento poderá não crescer e evoluir economicamente.

Algumas empresas começam sem realizar um estudo inicial sobre as questões tributárias sem listar as obrigações fiscais da empresa e a previsão de fluxo de caixa.

Em suma, ao estruturar a área fiscal e financeira de uma empresa os estudos tributários exigem a geração de informações relativas à atividade da empresa, o segmento de mercado no qual irá atuar e outras informações relevantes como clientes potenciais, concorrência e outros desafios a serem estudados.

Outro fator burocrático envolve a documentação para registrar a empresa no cartório, na junta comercial, na Receita Federal e em outros órgãos públicos competentes.

Em certos casos, os pequenos negócios podem ser orientados por contadores especializados e experientes que podem ajudar no enquadramento tributário da empresa de menor porte e nas obrigações fiscais e burocráticas que deverão responder no dia a dia do mercado.

 

Planejamento certo

 

Nesta altura as micro e pequenas empresas antes de iniciarem suas atividades precisam realizar e fortalecer o planejamento tributário. Nesta etapa, a empresa precisa escolher o regime tributário mais adequado e que possa de fato beneficiar a empresa a médio e longo prazo.

O contador é muito importante nesta etapa para conceder orientações para formalizar a área contábil da empresa, além de ajudar na interpretação da legislação e as situações nas quais o novo negócio poderá pagar menos tributos.

Com a ajuda profissional a empresa conseguirá fazer um planejamento seguro e recolher todos os tributos nas datas corretas. É sempre importante evitar irregularidades fiscais, além de multas e taxas adicionais.

 

A gestão financeira

 

É importante ressaltar que a contabilidade de micro, pequenas e médias empresas quando bem organizada ajudam no processo de gestão financeira.

De um lado a empresa se torna mais protegida quando organiza a sua contabilidade e reforça seu planejamento para o setor de gestão. Esses dois setores quando bem cuidados ajudam a ampliar a previsão de despesas e custos e ajudar na previsão de lucro. 

Dessa forma, podemos mensurar o desempenho financeiro e quantificar os resultados da empresa a médio e longo prazo pensando sempre na liquidez da empresa.

Mantendo os dados contábeis em dia e atualizando também os dados financeiros do fluxo de caixa, a empresa sempre terá capacidade para prever riscos e buscar melhor orientação para tomadas de decisão.

 

Auditoria

 

Para verificar alguns erros ou inconformidades nos dados financeiros de uma empresa pequena e média, é indicado contratar em determinadas situações os serviços de uma auditoria para verificar a origem de cada dano ou erro cometido e que antes não aparecia no dia a dia da organização.

Em outros casos, mesmo sem fazer uma auditoria, o escritório de contabilidade pode ajudar a verificar a cada semestre ou anualmente todas as regularidades e irregularidades a serem revisadas para não comprometer o equilíbrio das contas.

 

Conclusão

 

Portanto, para micros, pequenas e médias empresas a contabilidade é bastante essencial para o início do negócio e a evolução da empresa no mercado.

Através da contabilidade a empresa terá uma melhor gestão tributária, com pleno acesso às informações e selecionando melhores condições para o direcionamento da organização no mercado.

É importante que o empreendedor procure a ajuda de profissionais experientes para legalizar o negócio e organizar as contas e demais compromissos da empresa, mantendo o projeto sempre atualizado e protegido no decorrer das atividades.

Últimos posts

Orangiuz em: descomplicando termos técnicos da contabilidade

Autor: Marketing Orangiuz

14 de setembro de 2023

Comunicar e ser comunicado

Autor: Marketing Orangiuz

15 de agosto de 2023

Seria a inteligência artificial uma forte candidata a substituir o profissional contábil?

Autor: Marketing Orangiuz

28 de julho de 2023

Orangiuz News

Se inscreva para receber em primeira mão tudo sobre os nossos artigos.

Conheça nossos planos

É muito ruim deixar o seu negócio sendo cuidado por uma contabilidade que não fala a sua língua, não é?

A Orangiuz é jovem, descolada e moderninha. Venha conhecer os nossos planos! 👇

Ouça o Podcast da Orangiuz

Clique no botão abaixo e ouça o Café com Orangiuz, um podcast exclusivo da Orangiuz.

Abra sua Empresa

Está cansado de não poder controlar o seu tempo e ficar vendo os seus amigos indo trabalhar no exterior?

Você também pode fazer isso! O primeiro passo é abrir sua empresa.

Como funciona a contabilidade nas micros, pequenas e médias empresas?

Últimos posts

Orangiuz em: descomplicando termos técnicos da contabilidade

Autor: Marketing Orangiuz

14 de setembro de 2023

Comunicar e ser comunicado

Autor: Marketing Orangiuz

15 de agosto de 2023

Seria a inteligência artificial uma forte candidata a substituir o profissional contábil?

Autor: Marketing Orangiuz

28 de julho de 2023

Orangiuz News

Se inscreva para receber em primeira mão tudo sobre os nossos artigos.

Como funciona a contabilidade nas micros, pequenas e médias empresas?

A contabilidade é uma atividade muito importante para micro, pequenas e médias empresas para organização de responsabilidades fiscais, fluxos de capitais e outros fatores cruciais para a competência gestora da empresa.

Organizar as contas e os fluxos de capitais é importante tanto no pequeno quanto no grande negócio. Lembramos que os negócios que faturam menos apresentam maior fragilidade nos primeiros anos de vida para viabilizar a consolidação de seus produtos e serviços no mercado.

Dessa forma, organizar e acompanhar a evolução do negócio é importante, principalmente, com a adição de uma contabilidade eficiente e competente para orientar empreendedores e investidores.

Considerando os principais fatores iniciais devemos ressaltar a importância de desenvolver um planejamento tributário, realizar avaliações financeiras e proporcionar interfaces de acesso contábil para o setor de contabilidade e demais setores responsáveis na empresa.

Neste artigo, falaremos mais sobre a evolução e importância da contabilidade nesses três níveis de empreendimento empreendedor.

 

A contabilidade na micro, pequenas e médias empresas

 

Quando nos referimos às microempresas e empresas de pequeno porte, referidas como MEs e EPPs, estamos falando de empresas de menor porte que são menos exigidas no processo de pagamento de tributos e taxas.

Também podem desenvolver atividades e obedecer às regras tributárias mais acessíveis em comparação com as empresas de médio e grande porte.

No Brasil, nos últimos anos, tivemos um processo governamental e fiscal que permitiu a desburocratização da tributação do MEs e EPPs tendo como alternativa o acesso ao Simples Nacional que resume a cobrança de impostos e taxas de forma resumida.

 

Conceito jurídico

 

No contexto jurídico, a “Microempresa e Empresa de Pequeno Porte” se refere a uma sociedade simples, individual, de responsabilidade limitada ou diretamente responsabiliza o empresário diretamente que tenha faturamento de até 4,8 milhões de reais ao ano, conforme o artigo 966 do Código Civil.

Sendo assim, na prática fiscal, todas as receitas, custos e despesas de todo o período calculado sobre o fluxo de caixa e resultados financeiros da empresa devem ser escriturados e recolhidos no sistema do Simples Nacional.

Lembramos que todos os lançamentos contábeis na micro, pequena e média empresa devem ser realizados diariamente no livro de registros da empresa e nos registros da contabilidade online.

 

Estruturando as pequenas empresas

 

Lembramos que novos negócios devem ser planejados e estruturados para alcançar mercados e viabilizar a evolução financeira e gestora da empresa.

Geralmente, os novos empreendimentos iniciam a partir de uma ideia, projeto, oportunidade e previsão de mercado que garanta uma taxa de retorno previsível. Muitas vezes, uma empresa pode começar a partir de um empolgado sonho, mas quando não encontra oportunidades de mercado e de crescimento poderá não crescer e evoluir economicamente.

Algumas empresas começam sem realizar um estudo inicial sobre as questões tributárias sem listar as obrigações fiscais da empresa e a previsão de fluxo de caixa.

Em suma, ao estruturar a área fiscal e financeira de uma empresa os estudos tributários exigem a geração de informações relativas à atividade da empresa, o segmento de mercado no qual irá atuar e outras informações relevantes como clientes potenciais, concorrência e outros desafios a serem estudados.

Outro fator burocrático envolve a documentação para registrar a empresa no cartório, na junta comercial, na Receita Federal e em outros órgãos públicos competentes.

Em certos casos, os pequenos negócios podem ser orientados por contadores especializados e experientes que podem ajudar no enquadramento tributário da empresa de menor porte e nas obrigações fiscais e burocráticas que deverão responder no dia a dia do mercado.

 

Planejamento certo

 

Nesta altura as micro e pequenas empresas antes de iniciarem suas atividades precisam realizar e fortalecer o planejamento tributário. Nesta etapa, a empresa precisa escolher o regime tributário mais adequado e que possa de fato beneficiar a empresa a médio e longo prazo.

O contador é muito importante nesta etapa para conceder orientações para formalizar a área contábil da empresa, além de ajudar na interpretação da legislação e as situações nas quais o novo negócio poderá pagar menos tributos.

Com a ajuda profissional a empresa conseguirá fazer um planejamento seguro e recolher todos os tributos nas datas corretas. É sempre importante evitar irregularidades fiscais, além de multas e taxas adicionais.

 

A gestão financeira

 

É importante ressaltar que a contabilidade de micro, pequenas e médias empresas quando bem organizada ajudam no processo de gestão financeira.

De um lado a empresa se torna mais protegida quando organiza a sua contabilidade e reforça seu planejamento para o setor de gestão. Esses dois setores quando bem cuidados ajudam a ampliar a previsão de despesas e custos e ajudar na previsão de lucro. 

Dessa forma, podemos mensurar o desempenho financeiro e quantificar os resultados da empresa a médio e longo prazo pensando sempre na liquidez da empresa.

Mantendo os dados contábeis em dia e atualizando também os dados financeiros do fluxo de caixa, a empresa sempre terá capacidade para prever riscos e buscar melhor orientação para tomadas de decisão.

 

Auditoria

 

Para verificar alguns erros ou inconformidades nos dados financeiros de uma empresa pequena e média, é indicado contratar em determinadas situações os serviços de uma auditoria para verificar a origem de cada dano ou erro cometido e que antes não aparecia no dia a dia da organização.

Em outros casos, mesmo sem fazer uma auditoria, o escritório de contabilidade pode ajudar a verificar a cada semestre ou anualmente todas as regularidades e irregularidades a serem revisadas para não comprometer o equilíbrio das contas.

 

Conclusão

 

Portanto, para micros, pequenas e médias empresas a contabilidade é bastante essencial para o início do negócio e a evolução da empresa no mercado.

Através da contabilidade a empresa terá uma melhor gestão tributária, com pleno acesso às informações e selecionando melhores condições para o direcionamento da organização no mercado.

É importante que o empreendedor procure a ajuda de profissionais experientes para legalizar o negócio e organizar as contas e demais compromissos da empresa, mantendo o projeto sempre atualizado e protegido no decorrer das atividades.

Últimos posts

Orangiuz em: descomplicando termos técnicos da contabilidade

Autor: Marketing Orangiuz

14 de setembro de 2023

Comunicar e ser comunicado

Autor: Marketing Orangiuz

15 de agosto de 2023

Orangiuz News

Se inscreva para receber em primeira mão tudo sobre os nossos artigos.

Sua contabilidade de um jeito simplicado