Quais os principais cuidados ao contratar um funcionário

É necessário ter alguns cuidados na hora de contratar um funcionário. Desde o conhecimento sobre a legislação trabalhista, obrigações, respeito às normas e demais detalhes a serem acertados diretamente com o novo colaborador.

Geralmente, a contratação pode ser realizada depois de longos processos seletivos que abrangem a coleta e análise de currículos, identificação do perfil pretendido e pré-seleção baseada no nível de formação e experiência do profissional.

Depois que a oportunidade de trabalho é preenchida, começa o processo de contratação. A contratação não é eficiente no sentido de ser realizada por meio de contrato falho, sem obedecer às regras de mercado e legislação vigente referente à jornada de trabalho, remuneração e demais direitos.

Quando a contratação ocorre de maneira errada, o funcionário poderá ser prejudicado e, ao mesmo tempo, gerar perdas para a empresa incluindo ações judiciais trabalhistas e gastos financeiros.

Cuidados ao contratar um funcionário

Antes de fechar o contrato com o funcionário é importante aplicar um acordo de experiência inicial, neste caso o recém contratado terá um prazo inicial de três meses para trabalhar e comprovar suas competências básicas para o cargo.

Em certas empresas existe a modalidade de renovar o contrato a cada quarenta e cinco dias, porém mesmo em período de experiência caso seja demitido sem justa causa terá direito a receber o décimo terceiro salário proporcional, férias proporcionais e poder sacar parte de seu FGTS.

Procedimento de formalização de contrato

O contratante pode escolher por contratar o novo funcionário através da CLT (Carteira Assinada), PJ (Pessoa Jurídica), Terceirização, Freelancer e Home Office.

Porém, mesmo com a aprovação das novas legislações trabalhistas, a atuação de freelancer e home office podem ser confundidas dependendo do perfil de trabalho de cada tipo de profissional.

O funcionário que atua como PJ é aquele que possui CNPJ sendo considerado prestador de serviço como pessoa jurídica. O terceirizado é contratado de outra empresa que assume parte das responsabilidades de uma corporação cedendo parte da mão de obra.

Dependendo do tipo de contrato, o empreendedor contratante precisa ter consciência sobre os tributos e obrigações relacionados ao INSS, FGTS e Declaração de Imposto de Renda.

Novos modelos

Considerando a Reforma Trabalhista de 2017, o mercado passou a contar com mais modelos de contratações abrangendo serviços diários, intermitentes, remotos e terceirizados.

Benefícios para o empregador

É importante que o procedimento de contratação e de conclusão do contrato seja claro para evitar conflitos e divergências. O empregador que mantém o seu funcionário bem informado e protegido contará com a dedicação positiva do colaborador e manterá uma relação positiva entre ambas as partes.

Benefícios para o empregado

Existem empresas que preferem manter benefícios essenciais para seus funcionários como jornada de trabalho, pausas como horário de almoço e lanche, bonificação, plano de carreira e entre outras possibilidades.

A empresa ainda pode oferecer vale refeição, cesta básica, vale transporte, férias, décimo terceiro e ajuda de custo como vale combustível. 

Modelos de contratação

É muito importante a empresa ter cuidados na hora de contratar um funcionário. A seguir explicamos melhor a descrição de cada tipo de modelo de negócio.

CLT

O método CLT é um modelo padronizado e mais conhecido na relação entre contratante e empregado. Através da carteira assinada, o empregado passa a ter mais direitos como a contribuição ao INSS, FGTS, décimo terceiro, férias remuneradas e entre outros.

Estágio

Quando o profissional ainda é estudante ou recém formado ele pode ser contratado como estagiário e, no lugar do salário, recebe bolsa estágio com direito a vale transporte e alimentação, seguindo as regras da empresa contratante para renovar o contrato de estágio e até mesmo ser efetivado na empresa.

Trabalho temporário

O trabalho temporário também é regido pela CLT e abrange contratação de até três meses. Geralmente, esse modelo é aplicado em períodos de festividades como Páscoa e Natal.

O que fazer antes de contratar?

É importante, além de conhecer os principais modelos de contratação, conhecer os principais passos antes de contratar um funcionário.

1 – Quem procurar?

Qual é o perfil de profissional pretendido para ocupar determinado cargo na empresa. A descrição da vaga começa com o título e descrição da vaga, mas, deve ser complementada com maiores detalhes do perfil profissional procurado pela empresa.

É importante que a empresa defina as qualidades e habilidades para contratar a pessoa certa para determinada atividade, além da formação e nível de experiência.

2 – Analisar além do currículo

Atualmente, muitos profissionais estão tendo acesso a cursos técnicos e de graduação, desenvolvem conhecimentos de informática e aprendem inglês através da internet.

Dessa forma, certas empresas estão aplicando questionários para identificar outras habilidades dos potenciais candidatos a uma vaga de emprego na empresa.

Posteriormente, as entrevistas estão sendo cada vez mais direcionadas para identificar o perfil e a personalidade de cada tipo de profissional.

3 – Evitando perguntas padrão

No processo de entrevista, as empresas mais avançadas têm evitado utilizar perguntas repetitivas como “quais seus pontos fortes e fracos” ou “o que você espera da vaga de trabalho”. Pois, o principal foco é identificar as habilidades e posturas éticas do profissional através de um diálogo direcionado.

O que fazer?

Depois de concluído o processo seletivo, é importante perguntar ao potencial funcionário sobre o tempo disponível, interesse e opções que ele possui em relação à vaga de trabalho.

Posteriormente, é importante verificar se o potencial funcionário concorda com o modelo de contratação e possui vontade de se dedicar para determinada tarefa e função.

É importante realizar um acordo com o colaborador e emitir o contrato certo para ambas as partes.

Conclusão

Portanto, atualmente, muitas empresas procuram definir melhores acordos e melhores relacionamentos de trabalho com os seus colaboradores para evitar preocupações e conflitos futuros.

Sendo assim, é fundamental tratar todas as informações com clareza e respeitar os direitos de cada tipo de funcionário. Por outro lado, o processo seletivo pode ajudar a empresa encontrar o funcionário certo para vaga de trabalho certa e, dessa forma, gerar ganhos para ambas as partes.

Últimos posts

Orangiuz em: descomplicando termos técnicos da contabilidade

Autor: Marketing Orangiuz

14 de setembro de 2023

Comunicar e ser comunicado

Autor: Marketing Orangiuz

15 de agosto de 2023

Seria a inteligência artificial uma forte candidata a substituir o profissional contábil?

Autor: Marketing Orangiuz

28 de julho de 2023

Orangiuz News

Se inscreva para receber em primeira mão tudo sobre os nossos artigos.

Conheça nossos planos

É muito ruim deixar o seu negócio sendo cuidado por uma contabilidade que não fala a sua língua, não é?

A Orangiuz é jovem, descolada e moderninha. Venha conhecer os nossos planos! 👇

Ouça o Podcast da Orangiuz

Clique no botão abaixo e ouça o Café com Orangiuz, um podcast exclusivo da Orangiuz.

Abra sua Empresa

Está cansado de não poder controlar o seu tempo e ficar vendo os seus amigos indo trabalhar no exterior?

Você também pode fazer isso! O primeiro passo é abrir sua empresa.

Quais os principais cuidados ao contratar um funcionário

Últimos posts

Orangiuz em: descomplicando termos técnicos da contabilidade

Autor: Marketing Orangiuz

14 de setembro de 2023

Comunicar e ser comunicado

Autor: Marketing Orangiuz

15 de agosto de 2023

Seria a inteligência artificial uma forte candidata a substituir o profissional contábil?

Autor: Marketing Orangiuz

28 de julho de 2023

Orangiuz News

Se inscreva para receber em primeira mão tudo sobre os nossos artigos.

Quais os principais cuidados ao contratar um funcionário

É necessário ter alguns cuidados na hora de contratar um funcionário. Desde o conhecimento sobre a legislação trabalhista, obrigações, respeito às normas e demais detalhes a serem acertados diretamente com o novo colaborador.

Geralmente, a contratação pode ser realizada depois de longos processos seletivos que abrangem a coleta e análise de currículos, identificação do perfil pretendido e pré-seleção baseada no nível de formação e experiência do profissional.

Depois que a oportunidade de trabalho é preenchida, começa o processo de contratação. A contratação não é eficiente no sentido de ser realizada por meio de contrato falho, sem obedecer às regras de mercado e legislação vigente referente à jornada de trabalho, remuneração e demais direitos.

Quando a contratação ocorre de maneira errada, o funcionário poderá ser prejudicado e, ao mesmo tempo, gerar perdas para a empresa incluindo ações judiciais trabalhistas e gastos financeiros.

Cuidados ao contratar um funcionário

Antes de fechar o contrato com o funcionário é importante aplicar um acordo de experiência inicial, neste caso o recém contratado terá um prazo inicial de três meses para trabalhar e comprovar suas competências básicas para o cargo.

Em certas empresas existe a modalidade de renovar o contrato a cada quarenta e cinco dias, porém mesmo em período de experiência caso seja demitido sem justa causa terá direito a receber o décimo terceiro salário proporcional, férias proporcionais e poder sacar parte de seu FGTS.

Procedimento de formalização de contrato

O contratante pode escolher por contratar o novo funcionário através da CLT (Carteira Assinada), PJ (Pessoa Jurídica), Terceirização, Freelancer e Home Office.

Porém, mesmo com a aprovação das novas legislações trabalhistas, a atuação de freelancer e home office podem ser confundidas dependendo do perfil de trabalho de cada tipo de profissional.

O funcionário que atua como PJ é aquele que possui CNPJ sendo considerado prestador de serviço como pessoa jurídica. O terceirizado é contratado de outra empresa que assume parte das responsabilidades de uma corporação cedendo parte da mão de obra.

Dependendo do tipo de contrato, o empreendedor contratante precisa ter consciência sobre os tributos e obrigações relacionados ao INSS, FGTS e Declaração de Imposto de Renda.

Novos modelos

Considerando a Reforma Trabalhista de 2017, o mercado passou a contar com mais modelos de contratações abrangendo serviços diários, intermitentes, remotos e terceirizados.

Benefícios para o empregador

É importante que o procedimento de contratação e de conclusão do contrato seja claro para evitar conflitos e divergências. O empregador que mantém o seu funcionário bem informado e protegido contará com a dedicação positiva do colaborador e manterá uma relação positiva entre ambas as partes.

Benefícios para o empregado

Existem empresas que preferem manter benefícios essenciais para seus funcionários como jornada de trabalho, pausas como horário de almoço e lanche, bonificação, plano de carreira e entre outras possibilidades.

A empresa ainda pode oferecer vale refeição, cesta básica, vale transporte, férias, décimo terceiro e ajuda de custo como vale combustível. 

Modelos de contratação

É muito importante a empresa ter cuidados na hora de contratar um funcionário. A seguir explicamos melhor a descrição de cada tipo de modelo de negócio.

CLT

O método CLT é um modelo padronizado e mais conhecido na relação entre contratante e empregado. Através da carteira assinada, o empregado passa a ter mais direitos como a contribuição ao INSS, FGTS, décimo terceiro, férias remuneradas e entre outros.

Estágio

Quando o profissional ainda é estudante ou recém formado ele pode ser contratado como estagiário e, no lugar do salário, recebe bolsa estágio com direito a vale transporte e alimentação, seguindo as regras da empresa contratante para renovar o contrato de estágio e até mesmo ser efetivado na empresa.

Trabalho temporário

O trabalho temporário também é regido pela CLT e abrange contratação de até três meses. Geralmente, esse modelo é aplicado em períodos de festividades como Páscoa e Natal.

O que fazer antes de contratar?

É importante, além de conhecer os principais modelos de contratação, conhecer os principais passos antes de contratar um funcionário.

1 – Quem procurar?

Qual é o perfil de profissional pretendido para ocupar determinado cargo na empresa. A descrição da vaga começa com o título e descrição da vaga, mas, deve ser complementada com maiores detalhes do perfil profissional procurado pela empresa.

É importante que a empresa defina as qualidades e habilidades para contratar a pessoa certa para determinada atividade, além da formação e nível de experiência.

2 – Analisar além do currículo

Atualmente, muitos profissionais estão tendo acesso a cursos técnicos e de graduação, desenvolvem conhecimentos de informática e aprendem inglês através da internet.

Dessa forma, certas empresas estão aplicando questionários para identificar outras habilidades dos potenciais candidatos a uma vaga de emprego na empresa.

Posteriormente, as entrevistas estão sendo cada vez mais direcionadas para identificar o perfil e a personalidade de cada tipo de profissional.

3 – Evitando perguntas padrão

No processo de entrevista, as empresas mais avançadas têm evitado utilizar perguntas repetitivas como “quais seus pontos fortes e fracos” ou “o que você espera da vaga de trabalho”. Pois, o principal foco é identificar as habilidades e posturas éticas do profissional através de um diálogo direcionado.

O que fazer?

Depois de concluído o processo seletivo, é importante perguntar ao potencial funcionário sobre o tempo disponível, interesse e opções que ele possui em relação à vaga de trabalho.

Posteriormente, é importante verificar se o potencial funcionário concorda com o modelo de contratação e possui vontade de se dedicar para determinada tarefa e função.

É importante realizar um acordo com o colaborador e emitir o contrato certo para ambas as partes.

Conclusão

Portanto, atualmente, muitas empresas procuram definir melhores acordos e melhores relacionamentos de trabalho com os seus colaboradores para evitar preocupações e conflitos futuros.

Sendo assim, é fundamental tratar todas as informações com clareza e respeitar os direitos de cada tipo de funcionário. Por outro lado, o processo seletivo pode ajudar a empresa encontrar o funcionário certo para vaga de trabalho certa e, dessa forma, gerar ganhos para ambas as partes.

Últimos posts

Orangiuz em: descomplicando termos técnicos da contabilidade

Autor: Marketing Orangiuz

14 de setembro de 2023

Comunicar e ser comunicado

Autor: Marketing Orangiuz

15 de agosto de 2023

Seria a inteligência artificial uma forte candidata a substituir o profissional contábil?

Autor: Marketing Orangiuz

28 de julho de 2023

Orangiuz News

Se inscreva para receber em primeira mão tudo sobre os nossos artigos.

Sua contabilidade de um jeito simplicado